O Projeto – Projeto Tarsila

O Projeto

A oncologia de precisão já é uma realidade no Brasil e está cada vez mais presente na prática clínica. Encontrar potenciais alvos para terapias personalizadas no DNA e RNA tumoral por meio do sequenciamento de nova geração (NGS) é, sem dúvida, uma das abordagens mais avançadas dentro do portfólio de ferramentas do oncologista, o que traz grande potencial de resposta para determinar o prognóstico e definir um plano de tratamento personalizado baseado em terapias-alvo.

Testes baseados na tecnologia NGS são importantes por conta da abrangência de alvos investigados simultaneamente, dadas as suas inúmeras vantagens. Atualmente essa metodologia é disponibilizada por laboratórios internacionais e também por laboratórios de vanguarda aqui no Brasil.

A proposta do Projeto Tarsila é proporcionar uma base científica para comparação técnica da qualidade e das taxas de sucesso dos testes de oncologia de precisão realizados localmente entre laboratórios e hospitais que são referência em diagnóstico oncológico molecular.
Dentre as vantagens de se realizar os testes moleculares localmente podemos destacar a agilidade no resultado, a qualidade técnica dos testes e o acesso e segurança aos dados genéticos dos pacientes.

É, portanto, no contexto de valorização dos testes moleculares de oncologia de precisão realizados no Brasil que surge o Projeto Tarsila. O nome é inspirado na Tarsila do Amaral, importante artista plástica brasileira do movimento modernista e orgulho nacional, e é nesse esteio que o projeto visa apresentar o estado da arte da oncologia de precisão no país através de um estudo científico inédito.

O Estudo Científico

Os testes moleculares oncológicos baseados em sequenciamento de nova geração (NGS) possibilitam a caracterização do perfil molecular tumoral, o que é fundamental para melhor guiar decisões terapêuticas na prática clínica. Isso ocorre porque algumas alterações encontradas podem indicar sensibilidade ou resistência a terapias denominadas dirigidas ou terapias-alvo.

Para ser efetivo, no entanto, os testes moleculares possuem pré-requisitos técnicos, como a quantidade mínima necessária de material biológico, uma vez que o material em questão é o próprio tumor. Particularmente para câncer de pulmão, frequentemente há pouco material disponível para análise. Dentre os laboratory-developed tests (LDT/Homebrew) atualmente fornecidos e bem consolidados no mercado, a tecnologia Oncomine da Thermo Fisher Scientific permite rendimento e aproveitamento adequados em amostras com baixa quantidade de material. 

É neste contexto que nasce o Projeto Tarsila. Trata-se de um estudo 100% brasileiro, comparativo e multicêntrico para caracterização do perfil molecular de amostras parafinadas utilizando sequenciamento alvo-direcionado de nova geração (NGS). Neste estudo será realizada uma comparação dos resultados dos principais laboratórios genômicos do Brasil, utilizando como base o teste Oncomine Focus Assay  da Thermo Fisher Scientific. 

blank

O Projeto Tarsila vai desenvolver um estudo científico na forma de um Ring Study. O AC Camargo Cancer Center, como coordenador do projeto, centralizará as amostras fornecidas pelos hospitais provedores. Em seguida as amostras randomizadas serão distribuídas entre os participantes para que sejam processadas de acordo com os protocolos estabelecidos. A Thermo Fisher Scientific, como apoiadora do estudo, fornecerá suporte técnico constante, bem como os insumos necessários à realização do estudo, incluindo a análise dos dados.

Como resultados esperados pretendemos aferir a robustez do teste Oncomine na detecção de alterações moleculares em câncer de pulmão e avaliar a consistência dos resultados entre laboratórios especializados em testes genômicos de aplicação clínica. Os resultados serão comparados com os de outros testes moleculares prévios, sempre que disponíveis. Ao final, as conclusões do estudo serão publicadas em um evento científico virtual  e totalmente gratuito, ocasião em que promoveremos um debate aberto e necessário acerca do estado da arte dos testes moleculares brasileiros para oncologia de precisão.

Entre em contato

O estado da arte dos testes moleculares oncológicos no Brasil em um estudo científico com os principais centros de medicina genômica do país. Todos os direitos reservados aos participantes do projeto.

    Canal de Comunicação exclusivo para imprensa:

    O Projeto Tarsila é um estudo científico e não tem o objetivo de recrutar e diagnosticar pacientes.